Como conciliar o estudo para OAB com o estudo para concursos? : Estratégia OAB
Igor Maciel -

Como conciliar o estudo para a prova da OAB com o estudo para concursos?

Olá pessoal, tudo bom?

Meu nome é Igor Maciel e  sou advogado, mestrando e professor de Direito do Consumidor e de Direito Administrativo aqui no Estratégia OAB. Nas Carreiras Jurídicas, ministro as disciplinas de Fazenda Pública em Juízo e de Direitos Difusos e Coletivos.

Hoje queria discutir com vocês a possibilidade de se conciliar o estudo para a prova da OAB com o estudo para concursos.

Muitos estudantes me fazem esta pergunta. Penso que a solução seja bastante simples desde que obedecidos alguns passos.

Passo 01 – A escolha do concurso

Em primeiro lugar devemos nos perguntar: qual concurso pretendo prestar? Outra dúvida: Que matérias são as mais relevantes para concursos desta natureza?

As perguntas possuem bastante pertinência, eis que concursos de Advocacia Pública possuem um nível de cobrança em direito penal bastante inferior aos concursos de Defensoria, por exemplo.

Por outro lado, a exigência de direito tributário para provas de Defensoria nem se compara ao nível de exigência em concursos de Advocacia Pública.

Uma informação é necessária. Lembrem-se: vocês escolherão a profissão que irão seguir pelo resto da vida.

Não é tarefa fácil.

Mas não apenas isso.

Passo 02 – Análise do Edital da última prova

Escolhido o concurso, interessante analisarmos agora o último edital disponível na internet. Aqui, posso citar como exemplos os seguintes editais relevantes:

Quais as matérias com maior peso em cada prova? Quais as matérias que possuem maior incidência de cobrança?

Estas são perguntas que precisamos fazer antes da definição da melhor Estratégia.

Passo 03 – A identificação  de matérias que possuo maior interesse

É preciso identificar também quais as matérias que o candidato possui mais facilidade / interesse no universo das disciplinas cobradas. Isto porque a escolha de um concurso de Defensor Público pelo o candidato que nada entende ou que odeia o Direito Penal, naturalmente ensejará uma caminhada mais longa que a caminhada de um candidato que domina este ponto do edital.

Identificados os pontos que vocês possuem mais facilidade e bagagem de estudo, é hora de estabelecer a Estratégia ideal. Mas professor, é possível conciliar o estudo OAB e concursos?

Penso que sim. Vamos à Estratégia.

Passo 04 – A estratégia para a prova da OAB

A prova da OAB divide-se em duas provas completamente diferentes: a primeira e a segunda fase. Antes de continuar a leitura deste artigo, sugiro para vocês que vejam o Aulão que fizemos sobre o XXIII Exame de Ordem FGV:

Continuando.

Imaginemos que o concurso escolhido por você tenha sido um concurso de advocacia pública. O grande peso deste concurso envolve as disciplinas Direito Constitucional, Tributário, Administrativo e Processo Civil.

Na primeira fase da OAB, precisamos acertar apenas 40 (quarenta) questões. E, considerando que a prova de ética possui reduzido conteúdo e uma cobrança de 10 (dez) questões, esta a matéria que precisamos dominar inteiramente o conteúdo.

Dito isto, sugiro que na preparação para a primeira fase da OAB o aluno foque essencialmente nestas cinco disciplinas: Constitucional, Tributário, Administrativo, Processo Civil e Ética.

Desta forma, estaremos preparados para 33 das 40 questões necessárias para aprovação na primeira fase. O caminho já estará trilhado.

Não esqueçam, o estudo para primeira fase da OAB nestas disciplinas já será de grande valia para um futuro aprofundamento nestas matérias. Afinal, apenas será possível corrermos, se primeiro aprendemos a andar.

Muito provavelmente, apenas com o conhecimento acumulado que vocês possuem e uma boa dose de questões anteriores e resumos, será possível atingirmos a pontuação restante para aprovação.

A segunda fase, contudo, envolve uma preparação mais aprofundada, mas igualmente útil para concursos. Se você optou por concursos de advocacia pública, sugiro que escolha para a segunda fase as disciplinas de Direito Constitucional, Tributário ou Administrativo: a que você possui mais afinidade.

Aqui, atenção.

A matéria escolhida já deverá ser objeto de resumos e preparação ainda durante o estudo para a primeira fase, ok?

Além disso, as segundas fases de concursos jurídicos igualmente exigem bom conhecimento de disciplinas constantes na segunda fase da OAB, onde esses resumos serão demasiadamente úteis.

Assim, devemos sempre:

a) Estudar para a primeira fase da OAB, pensando na segunda etapa;

b) Estudar pensando na primeira fase de eventual concurso jurídico;

c) Estudar pensando nas demais fases de concursos jurídicos;

Passo 05 – A estratégia para Concursos

Aqui meus amigos, sugiro a leitura de artigos que já escrevi no site do Estratégia. Acredito que serão bastante úteis:

Concurso Procurador: você sabe como estudar pra essa carreira?

Concursos Jurídicos – Análise Completa dos Certames

Material Grátis para Concursos

Cursos para Concurso

Mas, se ainda resta alguma dúvida, coloco-me à disposição para lhes ajudar na preparação que se aproxima.

Grande abraço,

Igor Maciel

Email: contato@imaciel.com.br

Defensoria PRDefensoria PR