Entrevista com aprovado OAB - Estratégia Concursos : Estratégia OAB
Jornalismo -

ENTREVISTA: Lucas Noris – Aprovado no Exame OAB com 9.65 pontos (2ª fase)

“Não dê ouvidos à comentários de pessoas que fizeram “n” vezes a prova e não passaram, não se prenda a polemicas geradas em torno da banca e coisas desse tipo. Estude com foco nos assuntos mais cobrados, com um material direcionado, escolha para a 2° fase uma área com a qual você tem afinidade, e resolva muitos exercícios que a aprovação é certa! Dedique-se!”

Confira nossa entrevista com Lucas Noris, aprovado na segunda fase do Exame de Ordem com 9.65 pontos:

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nosso leitor possa te conhecer melhor. Qual o seu nome? Qual sua idade? De onde você é? Já conclui sua graduação?

Lucas Noris: Meu nome é Lucas Noris, tenho 36 anos , sou de Londrina no Parana e me graduei em 2005.

Estratégia: Durante seus estudos para o Exame de Ordem, você trabalhava, fazia faculdade e estudava para o Exame (como conciliava?), ou se dedicava inteiramente aos estudos?

Lucas: Abandonei minha carreira no setor privado em maio deste ano, para me dedicar exclusivamente a concursos públicos. Resolvi começar pelo Exame de Ordem para “medir a febre” da distancia dos estudos jurídicos, que já completava mais de 10 anos.

Estratégia: Foi a primeira vez que prestou o Exame de Ordem?

Lucas: Fiz a prova da Seccional do PR por 2 vezes, sem sucesso, logo após concluir a graduação, quando o exame ainda não era unificado.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver que havia sido aprovado?

Lucas: Foi emocionante saber que, mesmo depois de 10 anos longe dos livros de direito, com um pouco de força de vontade e um bom curso preparatório, a aprovação era possível, e assim foi!

Estratégia: Os seus colegas de faculdade e amigos que também estavam estudando também conseguiram aprovação? Qual você acha que foi seu diferencial para alcançar a aprovação?

Lucas: Minha caminhada foi solitária, através de cursos online, tanto na 1° quanto na 2° fase.

Estratégia: Como era sua vida social durante a sua preparação? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social para passar o mais rápido possível?

Lucas: Abdiquei de muitas coisas, mas não fui 100% radical ao ponto de não ter um convívio social durante os 5 meses de preparação. Acredito que cada um deve saber o momento em que pode relaxar e o momento em que o foco deve ser 100%.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o Exame? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Lucas: Para a primeira fase usei video-aulas na maioria das matérias, o que me ajudou a retomar conceitos vistos muitos anos atrás e também a me atualizar em relação às muitas mudanças na legislação nas mais diversas áreas. Dei atenção especial em ética com o curso do Estratégia, que me garantiu boa parte da aprovação nesta etapa.

Na 2° fase, fiz o curso em pdf’s do professor Renan Araujo, também do Estratégia, que foi absolutamente essencial para o meu desempenho tanto na peça como nas questões. O material é ótimo e focado 100% no que a FGV cobra nesta etapa em Direito Penal. Tirei 9.65 na 2° fase, fiquei muito feliz!

Estratégia: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Lucas: Uso o instagram como fonte de informações para concursos, e o Estratégia é amplamente recomendado neste meio.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo o candidato é a quantidade de assuntos que devem ser memorizados. Como você fez para estudar todo o conteúdo? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos?

Lucas: Não da para enfrentar nenhuma das fases sem resolver MUITOS exercícios das provas passadas. Fiz muitas questões, muitas mesmo, para a primeira fase. A resolução de questões faz toda a diferença. Fiz também pequenas fichas com temas recorrentes, que são os “queridinhos da FGV”, muitos deles abordados nos 100 videos do Estratégia no canal do youtube. Para a segunda fase, resolvi todas as provas anteriores, e “metralhei” o professor Renan com perguntas diárias no fórum de duvidas do curso, o que me deu segurança e conteúdo para desenvolver uma prova escrita.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Lucas: Tinha dificuldade em todas(rsrs), mas Processo Civil digamos que foi a mais complicada devido à entrada em vigor do NCPC e também por ser a primeira vez que a FGV o exigia em um Exame de Ordem.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como você levou seus estudos neste período? Focava mais na releitura, em resumos, em exercícios, etc ?

Lucas: A reta final foi somente focada na resolução de exercícios, em ambas as fases.

Estratégia: Na semana da prova, nós sempre observamos vários candidatos assumindo uma verdadeira maratona de estudos (estudando intensamente dia e noite). Por outro lado, também vemos aqueles preferem desacelerar um pouco, para chegar no dia da prova com a mente mais descansada. O que você aconselha?

Lucas: Acredito que na semana da prova, o conteúdo que o candidato tinha que absorver foi absorvido(ou não!), então, não adianta tentar correr atras do tempo perdido faltando uma semana. Se não estudou, resolva o máximo de questões que puder nessa semana.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Lucas: Meu maior erro foi adquirir um curso preparatório para a 1° fase 100% em vídeo aulas, sem pdf’s ou outro tipo de material complementar. As vídeo aulas foram importantes, mas nunca abordam de forma completa as disciplinas, então, tive que correr atras de material complementar na internet, resumos e etc para completar o conteúdo que faltava.

O maior acerto nas 2 fases foi focar boa parte da preparação na resolução de exercícios, sobretudo na 2° fase.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? E qual foi sua principal motivação?

Lucas: O mais difícil era lidar com a ideia da possível reprovação, e consequente desmotivação para seguir nos estudos, pois, como disse, pretendo continuar estudando para concursos e uma reprovação logo de cara seria um balde de água fria. Acredito que a principal motivação de alguém que abandona tudo para se dedicar aos estudos é certamente a visualização de um futuro estável.

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para o Exame da OAB? Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Não dê ouvidos à comentários de pessoas que fizeram “n” vezes a prova e não passaram, não se prenda a polemicas geradas em torno da banca e coisas desse tipo. Estude com foco nos assuntos mais cobrados, com um material direcionado, escolha para a 2° fase uma área com a qual você tem afinidade, e resolva muitos exercícios que a aprovação é certa! Dedique-se!

Outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados

Confira nossos Cursos Online para Concursos

Assessoria de Comunicação

[email protected]