Técnica de Resolução da prova de 1ª Fase do Exame de Ordem : Estratégia OAB
Ricardo Torques -

Técnica de Resolução da prova de 1ª Fase do Exame de Ordem

Um dos aspectos que preocupa os alunos no dia do Exame é conseguir organizar a resolução das 80 questões da prova em 5 horas.

É importante que você vá para a prova com uma estratégia traçada.

Controle emocional

A capacidade de raciocínio e concentração é inversamente proporcional ao nível de estresse.

Naturalmente, quem possuir maior controle emocional terá melhor desempenho na prova, ou melhor, aproveitará melhor o conteúdo acumulado.

ansiedade funciona como um bloqueador ou redutor da capacidade da pessoa.

Na véspera, e especialmente no dia do Exame, os níveis de ansiedade são elevados. Todos os examinandos passarão por isso, em maior ou menor nível.

Todo o trabalho de organização e preparação para o Exame poderá, entretanto, aliviar seu estresse.

Cursos para o Exame da OAB

Se você estiver com tudo pronto para a prova, com uma estratégia traçada, sentir-se-á seguro, para que, com o conhecimento que tem, resolver as questões.

Essa confiança gera uma excitação positiva, libera adrenalina, o que maximizará o seu desempenho.

Evidentemente que há quem sofre para além do normal com o estresse. Se for o seu caso, é melhor buscar um tratamento ou técnicas que visem reduzir o incômodo decorrente desse mal.

Informações básicas da prova

Com a organização pré-prova ajustada é importante traçar a técnica de prova. Aqui, redobre a atenção!

Conforme o edital, o Exame é composto por 80 questões, para escolher uma dentre quatro alternativas (A, B, C e D). Essas questões devem ser analisadas no decorrer de 5 horas de prova, com início às 13h.

O tempo de prova é longo, portanto, para melhor aproveitamento recomenda-se distribuir o tempo entre resolução da prova, transcrição do gabarito definitivo, pausas para tomar água, rápido lanche e/ou uso do banheiro e alguns minutos para eventuais imprevistos.

Toda essa gestão é fundamental para que você mantenha o controle no dia da prova, não se preocupe para além do natural e maximize seu aproveitamento.

Ante as informações acima, sugere-se distribuir o tempo total de prova do seguinte modo:

Devemos reservar 30 minutos para preenchimento final do cartão de respostas.

Cursos para o Exame da OAB

De que adiantaria acertar as questões, mas passá-las de forma incorreta no gabarito?

Deixe esse tempo para a transcrição dos gabaritos para a folha definitiva.

Além disso, é importante reservar aproximadamente 30 minutos para surpresas e/ou necessidades extras, como, por exemplo, fazer um pequeno lanche, uma pausa para “esticar a coluna” e até mesmo ir ao banheiro.

Assim, você terá 4 horas para resolver 80 questões. Efetuando uma simples conta, temos:

resolução da prova exame de ordem

Você terá, portanto, 3 minutos para resolver cada questão. Isso mesmo, 3 minutos! Por isso que treinar é fundamental.

De nada adianta você chegar no dia da prova “afiado”, mas não conseguir concluir o exame.

Desse modo, a distribuição do seu tempo no dia do exame será feita do seguinte modo:

Muito provavelmente você não usará todos os 30 minutos para transcrição da folha definitiva de respostas. Contudo, você terá tempo suficiente para passar o gabarito a limpo, sem pressa, com atenção, sem errar

Os outros 30 minutos você deve reservar para eventuais imprevistos, bem como para ir ao banheiro, fazer uma pausa para água/lanche.

Esses pequenos momentos, são fundamentais para oxigenação do cérebro e retomada da prova com vigor. Essas pausas amenizam o cansaço final na prova, que reduz a concentração e capacidade de raciocínio.

Se eventualmente sobrar alguns minutos finais, dedique-se às questões que você tem dúvida. Falaremos disso, adiante…

Cursos para o Exame da OAB

Sugestões de Técnica

Por qual disciplina começar?

Temos 240 minutos para resolver 80 questões. Uma vez aberto o caderno de provas, por onde iniciar?

Comece pelas disciplinas que você tiver maior afinidade. Com isso você otimiza seu tempo, pois poderá talvez resolvê-las em menos tempo do que o programado, podendo reservar o extra para questões mais difíceis.

Além disso, você está plenamente disposto mentalmente. Como é um assunto que você domina melhor, fará rapidamente, errará menos.

Você já deve ter errado alguma questão “por bobeira”, não? Pois então, no início da prova, isso ocorre menos quando comparado com a parte final, quando estamos mais cansados.

Deixa para errar “de bobeira” nas questões que você tem menos conhecimento!

Além disso, ler uma questão e saber respondê-la pode gerar ótimo efeito psicológico.

Cursos para o Exame da OAB

Você irá se sentir bempassará a acreditar mais em si mesmoganhará confiança. Isso estimula a concentração para o restante do Exame!

Uma ponderação importante. Considere iniciar por Estatuto e Ética do Advogado, dada a facilidade e importância da disciplina para a prova.

A matéria representa mais de 10% de todo Exame, que é composto por 17 disciplinas. Você terá 10 questões, com base em três diplomas legislativos.

Se estiver “afiado” na matéria, poderá garantir ¼ do necessário para a prova prático-profissional.

E como eu sei a distribuição de questões da prova? prova não separa expressamente as questões por disciplina e o edital não menciona nadaComo fazer?

Embora o edital não mencione isso, nos últimos Exames de Ordem, a FGV adotou uma ordem de apresentação das questões. Muito provavelmente será a ordem do seu exame também.

Podemos identificar a seguinte distribuição de questões:

exame de ordem

Com isso você pode facilmente identificar os blocos de questões de cada matéria.

Além disso, você deve ter em mente que a cada 30 minutos de prova você deve resolver entre 9 e 10 questões, pelo menos.

Passado 1 hora de prova, se você ainda não respondeu entre 18 e 20 questões, cuide para não se perder no tempo.

Como a prova começa às 13 horas, quando chegar as 14 horas é importante estar com 20 questões resolvidas; as 15h com 40… Após faça uma pausa para tomar água, respirar fundo. Controle o seu tempo!

Lembre-se de conhecer nossos cursos para a primeira e segunda fases do Exame de Ordem!

Como assinalar as questões

Você só dispõe de caneta, não poderá usar lápis e borracha. O máximo que você poderá fazer é variar entre duas cores.

Assim, é importante criar alguns signos ao longo da prova a fim de que você não se perca ao passar o gabarito, bem como para que você possa identificar com facilidade alguma questão no decorrer da prova.

Para identificar uma questão que entende necessário retornar se sobrar tempo, faça uma assinalação diferenciada, como um ponto de interrogação (?), grande e visível na prova.

Por exemplo:

exame de ordem

Você pode interpretar essa questão do seguinte modo: não sei exatamente o gabarito, mas acredito que a alternativa B seja a correta. Sei, todavia, que a alternativas C e D estão totalmente incorretas! Com isso, caso haja tempo, você identificará com facilidade a questão e as conclusões prévias que você tirou!

Caso não, ao final, não reste tempo, você tem uma alternativa assinalada.

É possível identificar as questões que não há dúvidas com um check (v).

Vejamos outro exemplo:

exame de ordem

Nessa questão, você tem certeza quanto a sua resposta! Basta apenas passar o resultado para a folha definitiva de respostas.

Agora vejamos um exemplo, para questões que você não tem ideia de que alternativa assinalará.

exame de ordem

Aqui temos a seguinte situação: não faço ideia do gabarito. Sei que não é a B. Será necessário voltar na questão. Contudo, sem não houver tempo suficiente marcarei a C, que parece a mais ‘lógica’ entre as demais alternativas.

Se você simplesmente deixar em branco, terá que reler tudo novamente, efetuar todo o raciocínio novamente… com simples marcações, tais como essas que sugerimos, você otimiza o seu tempo e profissionaliza a resolução da prova. Fique atento!

Resolução da Questão

Para encerrar nossas técnicas, vamos trazer algumas orientações quanto à resolução da questão propriamente.

As questões do Exame de Ordem possuem um padrão característico. Na grande maioria há uma situação-problema, na qual o examinador insere você em um contexto fático relacionado com o assunto, na sequência, traz o comando.

Assim, muita atenção à leitura desses enunciados, eles trazem informações fundamentais para a resolução. Ao ler, procure assinalar as palavras-chave do enunciado, bem como o comando da questão. Confira dois exemplos!

No primeiro, note que o enunciado é fundamental para a resolução da questão. De modo que podemos destacar as informações úteis da seguinte forma:

exame de ordem

Você deve raciocinar, a partir da leitura do enunciado, do seguinte modo: está certo o deputado dizer que na CF não há possibilidade de eleição indireta? Apenas isso! Essa será a resposta que você deve procurar entre as alternativas.

Com os grifos você direciona o pensamento para o comando da questão, para não se perder com informações desnecessárias. Além disso, caso você precise retornar à questão, será mais fácil identificar do que se trata!

Vejamos, agora, um outro exemplo de questão, cujo enunciado nada afeta a resolução. Note, ainda, que há duas palavras fundamentais para a resolução.

exame de ordem

Nessa questão, temos um enunciado meramente ilustrativo, de modo que você poderá simplesmente desconsiderá-lo. Atente-se, ainda, para as expressões “expressamente” e “finalidade”. Logo, o que se está cobrando é: qual a finalidade do incidente de deslocamento de competência segundo texto expresso da CF?

Conclusão

Essas são nossas estratégias de resolver a prova objetiva da OAB para o Exame de Ordem.

Se você adaptar o que nós trouxemos neste artigo e unir sua experiência e técnicas próprias, certamente perceberá um salto qualitativo na resolução de provas.

Caso você tenha alguma dúvida ou sugestões de como fazer a prova da OAB, deixe seu comentário abaixo, faremos o possível para discutir o assunto com vocês.

Grande abraço,

Prof. Ricardo Torques

E-mail | Instagram | Facebook

Conheça nossos Cursos Preparatórios para o Exame da OAB.