ENTREVISTA | Diana Bernarda- Aprovada no XXVI Exame de Ordem | Estratégia OAB : Estratégia OAB
Jornalismo -

ENTREVISTA | Diana Bernarda- Aprovada no XXVI Exame de Ordem

“Meu conselho é estude! Estude o máximo que conseguir, sem deixar de aproveitar momentos em família e com amigos. Tente cumprir ao máximo aquilo que você se propôs a fazer e quando não conseguir cumprir tente não se culpar, é realmente difícil se manter focado nos estudos por muito tempo, só não permita que isso ocorra constantemente. Resolva muitas provas anteriores, isso é essencial para a aprovação, sabe aquilo que dizem por ai, “que as questões se repetem”, é a mais pura verdade!”

Confira nossa entrevista com Diana Bernarda, aprovada no XXVI Exame de Ordem:

Estratégia OAB: Conte-nos um pouco sobre você, para que as pessoas que nos assistem possam te conhecer melhor. Qual o seu nome? Qual sua idade? De onde você é? Já concluiu sua graduação?

Diana Bernarda Silva: Meu nome é Diana Bernarda Silva, tenho 28 anos, moro em Joinville/SC e estou cursando o 10° semestre de direito

Estratégia OAB: Durante seus estudos para o Exame de Ordem, você trabalhava, fazia faculdade e estudava para o Exame (como conciliava?), ou se dedicava inteiramente aos estudos?

Diana: Quando iniciei a preparação (que na verdade era para um concurso, cuja prova ocorreu duas semanas antes do Exame da Ordem) eu fazia 4h de estágio no Tribunal de Justiça de Santa Catarina e estudava no período da noite. Então o período que eu tinha para estudar era das 13:30h as 17:30h. Quando tinha algum compromisso com a casa, prova da faculdade ou qualquer outra coisa, esse tempo de estudos era menor. A partir de maio desse ano, quando acabou o estágio, estudava umas duas horas pela manhã e umas três a tarde, isso claro quando eu estava focada nos estudos. Tiveram muitos dias que não consegui cumprir com o planejamento, que era estudar pelo menos 5h por dia, seis vezes na semana.

Até um mês antes da primeira fase do Exame, meu foco estava voltado para o concurso do TJSC, mas como senti que não conseguiria me preparar o suficiente nas disciplinas de português e raciocínio lógico para obter uma boa colocação no concurso, resolvi focar no Exame da Ordem.

Estratégia OAB: Foi a primeira vez que prestou o Exame de Ordem?

Diana: Primeira e última (risos). A primeira fase é muito desgastante, após sair da prova decidi que não passaria novamente por isso e, portanto, decidi buscar a aprovação já na primeira tentativa.

Estratégia OAB: Qual foi sua sensação ao ver que havia sido aprovada?

Diana: Ao sair da primeira prova não sabia ao certo se tinha alcançado a pontuação mínima, a prova é realmente desgastante. Então quando conferi o gabarito e vi que fiz 53 pontos, dei gritos de alegria. Cinco minutos depois bateu o desespero, pois agora viria a segunda fase. Tanto na primeira quanto na segunda fase a sensação foi de alívio, de dever cumprido. Agora, caso eu decida advogar, não será o Exame que irá me impedir.

Estratégia OAB: Os seus colegas de faculdade e amigos que também estavam estudando também conseguiram aprovação? Qual você acha que foi seu diferencial para alcançar a aprovação?

Diana: Alguns não conseguiram a aprovação.Difícil dizer qual diferencial, acredito que cada um tem o seu tempo para alcançar a tão esperada aprovação. Também não acredito em sorte. Sorte seria se uma pessoa que nunca estudou qualquer das matérias, passasse logo na primeira tentativa. Para mim, mesmo estando ciente que poderia ter me dedicado mais, tudo o que estudei e o método que usei, foram suficientes para a aprovação.

Estratégia OAB: Como era sua vida social durante a sua preparação? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social para passar o mais rápido possível?

Diana: Continuei praticamente com a mesma rotina. É necessário ter momentos de descanso e de distração.A mudança mais radical foi parar de assistir séries, mas continuei assistindo filmes para desligar um pouco a mente dos estudos.

Estratégia OAB: Que materiais você usou em sua preparação para o Exame? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Diana: Inicialmente para direcionar meu foco para a primeira fase do Exame, eu utilizei um cronograma de estudos, que direcionava quais artigos eu deveria estudar no dia. Além disso, para a primeira fase utilizei a lei seca, vídeo aula e resolução de questões e simulados. Já para a segunda fase, eu ganhei da faculdade um curso preparatório para a OAB, mas não me senti segura com o curso e por já conhecer o método do Estratégia, optei por adquirir o curso preparatório para a segunda fase. Então, a preparação para essa segunda etapa foi seguindo as aulas do Estratégia OAB, resolvendo os exames anteriores que o professor Igor ia indicando e mais os simulados disponibilizados pelo curso.

Não vislumbro desvantagens nos métodos, afinal deram certo para mim.

Estratégia OAB: Como conheceu o Estratégia Concursos?

Diana: Conheço o Estratégia desde 2017, quando comecei estudar para o concurso do TRT 12.

Estratégia OAB: Uma das principais dificuldades de todo o candidato é a quantidade de assuntos que devem ser memorizados. Como você fez para estudar todo o conteúdo? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos?

Diana: Não estudei todo o conteúdo, o tempo até a prova não me permitia isso. Dei prioridade para as matérias de peso do Exame. O foco maior na primeira fase foi leitura de lei seca e resolução de questões com auxilio de um cronograma de estudos. Para a segunda fase, o foco foi nas vídeo aulas do curso e na elaboração de peças processuais indicadas pelo professor.

Estratégia OAB: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Diana: Minha dificuldade maior era nas disciplinas de direito civil, penal e processual civil e penal. Como se tratam de matérias de peso no Exame, a leitura da lei seca e a resolução de questões me ajudaram para superar essas disciplinas.

Estratégia OAB: A reta final é sempre um período estressante. Como você levou seus estudos neste período? Focava mais na releitura, em resumos, em exercícios, etc ?

Diana: Praticamente não tive tempo para releituras na primeira fase, então permaneci na leitura da lei e nos exercícios. Para a segunda fase, assisti novamente algumas aulas importantes e continue na elaboração de peças até na véspera da prova.

Estratégia OAB: Na semana da prova, nós sempre observamos vários candidatos assumindo uma verdadeira maratona de estudos (estudando intensamente dia e noite). Por outro lado, também vemos aqueles preferem desacelerar um pouco, para chegar no dia da prova com a mente mais descansada. O que você aconselha?

Diana: Meu conselho é para que o candidato identifique qual melhor método, mas eu acredito muito na memória de curto prazo, então para mim funciona estudar até o último minuto, só assim sinto que estou fazendo tudo o que posso. Nervosismo sempre vai existir, então busco a forma que me deixa mais segura. 

Estratégia OAB: Para a segunda fase, optou por criar uma peça de qual área do direito?Qual foi sua estratégia na hora de tomar sua decisão?

Diana: A minha escolha foi Direito Administrativo. Meu primeiro contato com a disciplina foi através das aulas do professor Herbert Almeida aqui do Estratégia. No semestre seguinte, quando o Direito Administrativo começou a ser ministrado na faculdade eu já havia visto grande parte do conteúdo. Optei pela matéria por me sentir segura com a disciplina.

Estratégia OAB: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Diana: O meu maior erro foi procrastinar nos estudos, tiveram alguns dias em que eu não estudei. O maior acerto foram os exercícios, provavelmente não teria alcançado a aprovação sem praticar, tanto na primeira, quanto na segunda fase.

Estratégia OAB: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? E qual foi sua principal motivação?

Diana: A parte difícil é quando você começa pensar que não irá conseguir, que ainda falta muito para estudar, para mim esse foi o momento crítico da preparação.

Minha principal motivação foi minha família, tentei ao máximo ser um exemplo para meus irmãos e sobrinhos, meu marido foi um grande parceiro nessa jornada, me incentivando e demonstrando a todo momento que ele acreditava em mim, isso me dava forças para seguir estudando. E também, não queria passar novamente por essa “sabatina”, então a aprovação teria que vir já na primeira tentativa. No dia que antecedeu a prova e no dia do Exame ouvi músicas antigas que me deram uma energia surreal, sabe aquela música da Débora Blando, aquela mesma, “raiou o sol, olha o mar que alegria sentir você é viver em harmonia, eu vou buscar pedras brancas para te dar…” essa com toda certeza é a música da minha aprovação (risos)

Estratégia OAB: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para o Exame da OAB? Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Diana: Meu conselho é estude! Estude o máximo que conseguir, sem deixar de aproveitar momentos em família e com amigos. Tente cumprir ao máximo aquilo que você se propôs a fazer e quando não conseguir cumprir tente não se culpar, é realmente difícil se manter focado nos estudos por muito tempo, só não permita que isso ocorra constantemente. Resolva muitas provas anteriores, isso é essencial para a aprovação, sabe aquilo que dizem por ai, “que as questões se repetem”, é a mais pura verdade! Ouça músicas, assista filmes, não se abstenha completamente daquilo que você gosta de fazer. No mais, mire alto! Não foque nos 40 pontos, foque nos 60 pontos! Assim, durante a preparação você dará o máximo que puder. Dê o máximo de si e a aprovação virá!

ENTREVISTA EM VÍDEO:

Outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados

Confira nossos Cursos Online para OAB